Museu da Ci�ncia - Universidade de Coimbra

O Museu

O Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (MCUC) tem à sua guarda grande parte das coleções científicas da Universidade de Coimbra e distribui-se por dois edifícios do iluminismo: o Laboratorio Chimico e o antigo Colégio de Jesus. Os primeiros objetos das suas coleções datam, na sua maioria, do Século das Luzes. Muito contribuíram para a riqueza do espólio a transferência para Coimbra da coleção de física experimental do Colégio dos Nobres em Lisboa, mas também as Viagens Philosophicas de Alexandre Rodrigues Ferreira à Amazónia. Parte do acervo do Museu pode ainda hoje ser visitado nas salas originais do Séc. XVIII. No MCUC encontra-se também o espólio académico e as coleções do antigo Museu Nacional da Ciência e da Técnica (MNCT).

MISSÃO
O MCUC tem como missão inspirar e motivar os cidadãos para a ciência através da investigação, produção, transmissão e difusão do conhecimento científico e da história da Universidade de Coimbra, a partir das suas coleções. O MCUC assume a responsabilidade de assegurar as condições, ao nível do edificado e dos recursos humanos, para a preservação e uso das coleções explorando o potencial do antigo Colégio de Jesus e respeitando a memória do lugar que concilia a lógica do pensamento jesuíta com a vocação experimentalista do Marquês de Pombal. A missão do MCUC, no que respeita às coleções de história natural, alinha-se com a Declaração de Buffon acordada em Paris em 2007 por 93 instituições de história natural de todo o mundo.

VISÃO
O MCUC pretende constituir-se como um centro de referência inclusivo de difusão da cultura científica e tecnológica e como um museu moderno e atual capaz de responder às exigências da sociedade contemporânea assumindo-se como uma interface da atividade da Universidade de Coimbra.

POLÍTICA DE GESTÃO DE COLEÇÕES
O MCUC detém o mais antigo núcleo museológico português de história natural e instrumentos científicos, indissociável do património edificado de matriz Jesuíta e Pombalina, ao qual se associam outras coleções que refletem a evolução da Universidade de Coimbra e a sua influência em Portugal e no mundo. Este núcleo que inclui dois edifícios, o Laboratório Chimico e parte do antigo Colégio de Jesus, insere-se no património da “Universidade de Coimbra Alta e Sofia”, classificado pela UNESCO como património mundial, em 2013.

Política de desenvolvimento
A política de desenvolvimento de coleções tem como finalidade orientar o museu na delineação do seu acervo, auxiliando-o nas suas decisões sobre aquisição, incorporação e alienação ou abate de objetos/espécimes.

Política de informação e documentação
A finalidade da política de documentação é a de orientar e de assegurar que as responsabilidades do museu são cumpridas no que concerne à segurança, gestão e ao acesso à informação sobre as coleções.

Política de acesso
A política de acesso tem por objetivo a definição das orientações a serem tomadas para que o Museu cumpra a missão de que está investido de colocar ao serviço da sociedade e do seu desenvolvimento ao tornar acessível as coleções e o conhecimento sobre elas.

Política de conservação
A política de conservação procura através do estabelecimento de um conjunto de orientações assegurar que as responsabilidades do Museu no que respeita à preservação do edifício e do acervo que se encontram à sua guarda estão garantidas.

Para mais informação, ver aqui.